Blog CIMATEC

Atualize-se com conteúdos relacionados ao universo da Tecnologia, Inovação e Engenharia.

Você é o Profissional 4.0?

Compartilhe:
Por Camila de Sousa Pereira-Guizzo*

O conceito de indústria 4.0, ou manufatura avançada, vem sendo amplamente disseminado na sociedade e no setor industrial, possibilitando a análise das tendências e dos desafios diante desse novo cenário. A indústria 4.0, caracterizada pela crescente digitalização e interconexão de produtos, tem inúmeras implicações para a sociedade, com impactos na produtividade, nas expectativas dos consumidores, na natureza do trabalho, na reformulação das ocupações e nas competências profissionais.

A indústria 4.0 exigirá dos profissionais um conjunto de habilidades e competências para atender às novas exigências dos processos de trabalho. As pessoas deverão aprender, por exemplo, a trabalhar ao lado de robôs de forma colaborativa e utilizar dados para a tomada de decisões. As novas tecnologias e a interconexão dos mundos físicos e digitais demandam habilidades como atenção, resolução de problemas, criatividade, flexibilidade para lidar com as mudanças, pensamento crítico, iniciativa, além de um conjunto de habilidades sociais voltadas para atender às demandas de relacionamento interpessoal como capacidade de comunicação, colaboração, trabalho em equipe e assertividade.

Considerando que a posse dos ativos intangíveis (recursos como competências humanas e conhecimento) pode garantir a vantagem competitiva das empresas se forem raros e valiosos, percebe-se que o papel do líder também ganha destaque na gestão da indústria 4.0. A liderança tem um papel importante para o desenvolvimento das equipes frente aos novos paradigmas.

Os líderes precisam criar visões de futuro e engajar as pessoas para o acompanhamento das tendências e transformações dos processos de trabalho, além de aprender a lidar com equipes mais autônomas e heterogêneas.

A mudança de paradigma necessária para a indústria 4.0 é um processo gradual, mas necessário, tanto para as empresas quanto para os profissionais. As empresas preparam estratégias e modelos de gestão de negócios, com o objetivo de se adequar para a implantação da indústria 4.0 e para as mudanças necessárias antes e durante essa reestruturação. Na prática, observa-se que as organizações têm focado nas mudanças estruturais, operacionais ou táticas, mas necessitam dar mais foco também às pessoas e ao seu desenvolvimento, a fim de prepará-las para atender às demandas desse novo contexto.

*Camila de Sousa Pereira-Guizzo é graduada em Psicologia, com Especialização em Gestão Organizacional e Recursos Humanos. Mestre e Doutora em Educação Especial pela UFSCar. Professora Adjunta do Centro Universitário SENAI CIMATEC e Orientadora de pesquisa no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da mesma instituição. Líder do Grupo de Pesquisa do CNPq Fatores Humanos e Aprendizagem Tecnológica (SENAI CIMATEC). Membro do Grupo de Pesquisa Relações Interpessoais e Habilidades Sociais (RIHS/UFSCar) e do Grupo de Trabalho Relações Interpessoais e Competência Social da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP). Atua especialmente com temas sobre relações interpessoais e habilidades sociais no trabalho, produção de tecnologias para favorecer o desenvolvimento cognitivo e social em diferentes contextos e análise dos fatores humanos em ambientes industriais e na interação homem-máquina

Postagens

Relacionadas

Onde

Estamos

Av. Orlando Gomes, 1845 Piatã, Salvador - BA,41650-010

Veja no Google Maps

Entre em

Contato

Fale Conosco

contato@senaicimatec.com.br +55 (71) 3534-8090
Agende uma Visita

Envie uma Mensagem

SENAI Cimatec 2016 - Todos os direitos reservados.