Notícias

Brasil conquista 2º lugar em competição mundial de profissões técnicas

SENAI treinou 51 dos 56 competidores brasileiros na disputa. Mais de 1.200 jovens de 68 países participaram das provas, em Abu Dhabi
Compartilhe:
Brasileiro Bruno Gruner leva ouro em Polimecânica e Automação. Foto CNIBrasileiro Bruno Gruner leva ouro em Polimecânica e Automação. Foto CNI
Entre os dias 15 e 18 de outubro, competidores brasileiros do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) disputaram a maior competição de profissões técnicas do planeta, a WorldSkills, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. O campeonato de educação profissional  contou com mais de 60 países e o Brasil ficou em segundo lugar, superado apenas pela Rússia.

Nas provas da WorldSkills, realizadas durante quatro dias, os participantes tinham que completar os desafios propostos na competição dentro de padrões internacionais de qualidade. É exigido que os alunos demonstrem habilidades técnicas individuais e coletivas em profissões da indústria e do setor de serviços, como Automação Industrial, Eletrônica, Eletricidade, Cozinha e Confeitaria, entre outras. Cada modalidade tem a participação de apenas um representante de cada país, seja apenas uma pessoa ou uma equipe.

O 2º lugar na WorldSkills, dentre 68 países, demonstra que os investimentos feitos pelo SENAI no ensino técnico têm resultados positivos. O SENAI é o maior complexo de educação profissional e serviços tecnológicos das Américas. Desde 1942, formou mais de 71 milhões de trabalhadores para 28 áreas da indústria brasileira, da iniciação profissional até a graduação e pós-graduação tecnológica. A instituição está presente em todas as regiões do Brasil com 555 escolas e 442 unidades móveis, entre as quais os barcos-escola Samaúma I e Samaúma II, que atendem a região Amazônica.

Para o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi, o resultado demonstra o alto nível do Brasil no conjunto das profissões. “É o nível de excelência que o Brasil tem e que dificilmente nós conseguimos reproduzir em outros rankings, seja de desempenho econômico, de competitividade, inovação ou de educação regular.  Em educação profissional, o Brasil tem excelência, que é uma porta para a juventude brasileira”.

FlatFish representa o SENAI CIMATEC

Além da competição, houve espaço para exibição de cases de sucesso em tecnologia e inovação do Brasil, como o protótipo do FlatFish, robô subaquático autônomo desenvolvido pelo SENAI CIMATEC.

O exemplar de demonstração do veículo autônomo submarino ficou em exposição durante os quatros dias de competição e atraiu olhares de curiosos e pesquisadores do mundo inteiro. O primeiro protótipo do Veículo Autônomo Submerso (AUV, sigla para Autonomous Underwater Vehicle) já foi finalista do Prêmio ANP de Inovação Tecnológica. O FlatFish foi desenvolvido em parceria com a Shell, no intuito de realizar inspeções visuais em 3D de alta resolução para alcançar níveis avançados na exploração de petróleo e gás em águas profundas.

Com informações da CNI

Multimídia

Todos Fotos Vídeos
FlatFish em exposição na WorldSkills 2017. Foto: José Paulo Lacerda/CNI

FlatFish em exposição na WorldSkills 2017. Foto: José Paulo Lacerda/CNI

Notícias

Relacionadas

Onde

Estamos

Av. Orlando Gomes, 1845 Piatã, Salvador - BA,41650-010

Veja no Google Maps

Entre em

Contato

Fale Conosco

contato@senaicimatec.com.br +55 (71) 3534-8090
Agende uma Visita

Envie uma Mensagem

SENAI Cimatec 2016 - Todos os direitos reservados.