Notícias

Empresários baianos descobrem como se inserir na indústria 4.0

SENAI promove palestras, workshops e mesas redondas, em todo Brasil, quarta-feira; objetivo é mostrar que empresas de todos o portes podem ser mais produtivas com o uso de tecnologias digitais
Compartilhe:

A indústria 4.0, como é conhecida a integração do mundo físico e virtual por meio de tecnologias digitais, vai mudar a forma de produzir, gerar novos negócios e transformar o mercado de trabalho. O uso de recursos como internet das coisas, big data e inteligência artificial também pode aumentar a produtividade das empresas. A fim de ajudar empresários a tirar proveito da quarta revolução industrial, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) realiza em suas unidades, em todo o Brasil, na quarta-feira, 12, o evento SENAI 4.0. Na Bahia, a programação começa um dia antes e se estende até 20 de setembro, com workshops voltados para mulheres, jovens, novas carreiras e gestores industriais.

Aberto ao público e com programação totalmente gratuita, o evento do dia 12 terá palestras de especialistas em indústria 4.0. O objetivo é mostrar que as tecnologias digitais são acessíveis a empresas de todos os portes, com baixo investimento e podem trazer ganhos relevantes. “Empresas de todo o mundo estão iniciando esse processo. A indústria 4.0 deve ser vista como uma oportunidade para o Brasil dar um salto em produtividade e gerar mais desenvolvimento”, avalia o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi. “O mais importante, neste momento, é que o empresário industrial saiba que é possível adotar as novas tecnologias, conheça a opções disponíveis e como podem ser aplicadas à realidade do seu negócio”.

A abertura do evento será realizada pelo cientista, empresário e professor Silvio Meira, que, durante a palestra Inovação e Transformações Digitais, discutirá como o universo digital tem se transformado e provocado novas interações entre o homem e a tecnologia. Em Salvador, Leone Andrade, diretor de Tecnologia e Inovação do SENAI CIMATEC, ministra a palestra Entendendo a Indústria 4.0. Ele abordará questões sobre como a revolução tecnológica pode transformar o mundo industrial e como a atuação do SENAI CIMATEC está orientada pelos novos conceitos da manufatura avançada.

Ainda na programação do dia 12 de setembro, haverá o painel Jornada Rumo à Indústria 4.0 com a participação de professores, pesquisadores e empresários baianos, que com perspectivas e realidades singulares, debaterão os distintos percursos traçados em direção à digitalização promovida pela Indústria 4.0.

EXPERIÊNCIA – Em vários estados do país, empresários já participam do programa Indústria Mais Avançada, realizado pelo SENAI, e vivenciam os primeiros passos para a inserção na indústria 4.0. O projeto realiza pilotos com 56 pequenas e médias empresas a fim de oferecer soluções em digitalização. O objetivo da experiência é refinar um método de baixo custo, alto impacto e de rápida implementação. São testadas técnicas de internet das coisas, sensoriamento, computação em nuvem e analytics que permitam intervir nos processos produtivos com maior agilidade.

Na Bahia, uma das empresas que integram o programa piloto é a Japastel, que produz massas de pizza e pastel há 18 anos. A indústria já passou por consultoria em lean manufacturing, diminuindo perdas de insumos e aumentando sua produtividade. Agora, um coletor de dados eletrônico está sendo implantando para que a eficiência global da embaladora da fábrica, por exemplo, seja monitorada por sensores. “Na prática, os dados de produção estarão na ‘palma do celular’, como a gente fala”, explica o consultor do SENAI CIMATEC, Mauro Stefani.

O SENAI CIMATEC já é referência nacional e internacional no desenvolvimento tecnológico associado aos princípios da Indústria 4.0. Um dos cases mais impactantes é o FlatFish, um robô autônomo subaquático desenvolvido para inspeção de dutos de transmissão de petróleo e gás, em parceria com a DFKI (Centro Alemão de Pesquisa de Inteligência Artificial) e a Shell, e combinação de recursos da EMBRAPII (Associacāo Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) e da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Empresários interessados no tema também podem fazer um diagnóstico gratuito do estágio tecnológico de suas empresas na plataforma SENAI 4.0 (senai40.com.br), lançada este ano. A avaliação serve de base para elaboração de um plano individualizado de atualização tecnológica, também oferecido gratuitamente. Além disso, já está disponível, sem qualquer custo, o curso online “Desvendando a Indústria 4.0” destinado a explicar conceitos, oportunidades e riscos da quarta revolução industrial.

WORKSHOPS TECNOLÓGICOS – A programação do SENAI 4.0 inclui workshops tecnológicos temáticos nos dias 11, 18 e 20 de setembro. No primeiro dia, serão realizados os workshops Teen + Tech, às 15h, e Mulheres na Tecnologia, às 16h. No dia 18, será realizado o workshop Como aproveitar as oportunidades da Indústria 4.0 em minha empresa, às 18h30. A programação do último dia possui dois workshops: Preparando meu time para a Indústria 4.0, às 15h, e Minha carreira e as novas oportunidades 4.0, às 18h30. A inscrição no evento e nos workshops é gratuita.

Acesso à programação completa do evento na Bahia e inscrições na página www.senaicimatec.com.br/senai40.

Multimídia

Todos Fotos Vídeos

Notícias

Relacionadas

Onde

Estamos

Av. Orlando Gomes, 1845 Piatã, Salvador - BA,41650-010

Veja no Google Maps

Entre em

Contato

Fale Conosco

contato@senaicimatec.com.br +55 (71) 3534-8090
Agende uma Visita

Envie uma Mensagem

SENAI Cimatec 2016 - Todos os direitos reservados.