Notícias

Engemix, SENAI CIMATEC e EMBRAPII firmam parceria em pesquisa e desenvolvimento para medição de volume de concreto

Programa de inovação aberta da Votorantim Cimentos prevê criar solução que mensure a quantidade de concreto entregue em obras
Compartilhe:
fachada

Um dos desafios da indústria de concreto é comprovar aos clientes o volume exato do produto entregue nas obras.  A Engemix, unidade de concreto da Votorantim Cimentos, enxergou nessa dificuldade uma oportunidade e firmou uma parceria com o SENAI CIMATEC e com a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) para desenvolvimento de um projeto de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I).

O projeto intitulado “Medição Inteligente de Volume de Concreto” é pioneiro no setor e consiste no desenvolvimento de um sistema que mensure a quantidade de concreto descarregado pelos caminhões betoneira em obras. A ideia é que seja instalado nos caminhões um dispositivo que permita essa mensuração do volume no momento do descarregamento do produto. Com duração de seis meses, o cronograma do projeto contará com três fases: Estudo e proposição de tecnologias; Desenvolvimento de tecnologia para medição de concreto e aplicação de testes em laboratório; e Execução de testes e avaliação de protótipo em ambiente relevante, com características reais da operação.

“A iniciativa tem uma base de pesquisa e desenvolvimento, mas vai muito além da tecnologia. O projeto é inovador e vai contribuir para a Engemix levar a boa prática da formalização ao mercado, além de facilitar o controle de custos pelo cliente, tornando a relação entre a Engemix e nossos clientes cada vez mais transparente e confiável”, afirma Ricardo Soares, gerente de Concreto da Votorantim Cimentos”.

O SENAI CIMATEC tem como prioridades estratégicas promover ações integradas para o desenvolvimento e a modernização da indústria. Estas ações ocorrem por meio de várias frentes de atuação, com destaque para a pesquisa aplicada. Neste cenário, as atividades de PD&I são fundamentais para assegurar às indústrias um crescimento sustentável de longo prazo, com base no incremento contínuo de competitividade. “O problema apresentado pela Engemix é desafiador. Vamos utilizar a competência integrada do SENAI CIMATEC em software, eletrônica e mecânica para apresentarmos possíveis soluções”, explica o gerente da área de Computação do SENAI CIMATEC, Adhvan Furtado.

Este projeto é resultado do 2º Ciclo Open Innovation da Votorantim Cimentos, realizado em 2018, no qual lançou dois desafios na área de concreto. Um deles foi sobre a medição do volume de concreto entregue no canteiro de obras. Somadas as duas edições do programa de inovação aberta da empresa gerou a inscrição de mais de 100 startups, gerando 810 avaliações realizadas por 93 profissionais de diferentes áreas da companhia. “Esta parceria com o SENAI CIMATEC e a EMPRAPII surgiu a partir do nosso programa de inovação aberta, comprovando a importância dessa estrutura de negócios e a relevância dessa iniciativa dentro da companhia”, afirma o CIO Global da Votorantim Cimentos, Humberto Shida.

A concreteira Engemix foi comprada pela Votorantim Cimentos em 2002. No ano em que o grupo Votorantim completou 100 anos, a Engemix comemorou 50 anos de atuação no mercado de concreto. A Engemix está presente em 10 estados brasileiros, conta com 41 unidades de concreto, sendo seis na Grande São Paulo, possui uma frota de mais de 500 caminhões betoneira. Entre as obras emblemáticas que têm a marca registrada da Engemix estão Cidade Matarazzo (SP), Linha Amarela do metrô (SP), Ponte Estaiada (SP), Estádios do Grêmio (RS) e do Corinthians (SP), Shoppings Morumbi (SP), Market Place (SP), Cidade Jardim (SP) e Vila Olímpia (SP), Hotel Unique (SP), Museu da Imagem e do Som (RJ), Parque Eólico Aracati (CE) e Ponte de Laguna (SC).

A Votorantim Cimentos

Fundada em 1933, a Votorantim Cimentos se tornou uma das maiores empresas globais do setor. O portfólio de materiais de construção vai além dos cimentos e inclui concretos, argamassas e agregados, além de insumos agrícolas. São quase 12 mil empregados e uma receita líquida de R$ 12,6 bilhões em 2018. As unidades da Votorantim Cimentos estão estrategicamente próximas aos mais importantes mercados consumidores em crescimento e presente em 11 países, além do Brasil: Argentina, Bolívia, Canadá, Luxemburgo, Marrocos, Espanha, Tunísia, Turquia, Estados Unidos e Uruguai. Se no passado a Votorantim Cimentos tinha orgulho de ter contribuído para o desenvolvimento e industrialização do país, hoje a empresa constrói o futuro com parcerias, inovação e sustentabilidade, sempre focada em seu propósito: a vida é feita para durar.

A EMBRAPII

No modelo de apoio à inovação adotado pela EMBRAPII, as empresas que possuem um projeto avaliado como inovador devem se associar a um dos 42 centros de pesquisa e desenvolvimento que foram credenciados pela organização. Esses centros avaliam os projetos, analisando questões como viabilidade técnica e interesse do mercado. Caso aprovados, os gastos para seu desenvolvimento são divididos em três partes. A EMBRAPII fica responsável por um terço do investimento, o centro de pesquisa disponibiliza mão de obra e equipamentos, e a empresa financia o restante. Esse modelo é aplicado em países desenvolvidos e prova que o setor privado está disposto a investir desde que exista incentivo, desburocratização e contrapartida real. Estima-se que cada R$1 disponibilizado pela EMBRAPII gere R$3 em investimentos na área de inovação no setor industrial.

Multimídia

Todos Fotos Vídeos

Notícias

Relacionadas

Onde

Estamos

Av. Orlando Gomes, 1845 Piatã, Salvador - BA,41650-010

Veja no Google Maps

Entre em

Contato

Fale Conosco

contato@senaicimatec.com.br +55 (71) 3534-8090
Agende uma Visita

Envie uma Mensagem

SENAI Cimatec 2016 - Todos os direitos reservados.