Notícias

Inserção das empresas na Indústria 4.0 é discutida no SENAI CIMATEC

Empresários, gestores e profissionais de áreas tecnológicas conheceram cases e formas de iniciar ou avançar na digitalização de processos de produção
Compartilhe:
Empresários e estudantes encheram o auditório para conhecer sobre Indústria 4.0Empresários e estudantes encheram o auditório para conhecer sobre Indústria 4.0

A confluência das tecnologias digitais – Big Data, inteligência artificial, internet das coisas – vai mudar, em pouco tempo, a forma de produzir, gerar novos negócios e transformar o mercado de trabalho.  Com o objetivo de ajudar empresários de todos os portes a entrar na quarta revolução industrial, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) realizou em suas unidades, em todo o Brasil, nesta quarta-feira (12/set), o evento Desvendar 4.0. Na Bahia, o encontro aconteceu no Centro de Eventos do SENAI CIMATEC.

“Para se manter competitiva, a indústria nacional terá que fazer a transformação digital, não há como voltar atrás. É claro que, como país, o Brasil vai precisar traçar estratégias e, politicamente, tomar decisões neste rumo. Mas o que nós estamos trazendo aqui é que os empresários já podem iniciar este processo. É factível e com custo acessível”, afirmou o diretor de Tecnologia e Inovação do SENAI CIMATEC, Leone Andrade.

Leone ressaltou que o SENAI já disponibiliza uma série de serviços e soluções tecnológicas, em diversas áreas de competência, com este intuito. Um dos exemplos citados por ele foi o da Deten Química, que atua no Complexo Industrial de Camaçari. Em parceria com o CIMATEC, a empresa está desenvolvendo uma forma de monitorar máquinas em tempo real, a fim de diminuir custos de manutenção preventiva, entre outras inovações. “Temos, aqui na Bahia, um centro como o CIMATEC, que apoia as indústrias neste processo com o que há de ponta em termos de tecnologia”, disse o diretor geral da Deten, José Luis Gonçalves de Almeida, presente no evento.

O Desvendar 4.0 contou ainda com uma palestra, via internet, de Silvio Meira, pesquisador do Instituto SENAI de Inovação em Tecnologias da Informação e Comunicação e professor emérito de Engenharia de Software do Centro de Informática da UFPE. De acordo com Meira, este salto produtivo exigirá trabalho em rede, além de criatividade e inovação que promovam melhorias mensuráveis. “Criatividade e Inovação podem ocorrer no nível individual, de times, na organização, ou numa combinação deles, resultando em benefícios identificáveis em um ou mais dos níveis de análise (e fora deles) ”, prevê.

DIGITALIZAÇÃO – Entre as medidas de apoio em âmbito nacional, o SENAI também lançou um guia com cinco passos que as pequenas e médias empresas devem seguir para se inserir na indústria 4.0:

ESTÁGIO 1 – OTIMIZAÇÃO: Aumente a produtividade do chão de fábrica e dos seus funcionários, ao mesmo tempo em que o desperdício é reduzido, elevando a sua margem de lucro. Capacite as lideranças no tema indústria 4.0 e se prepare para a segunda etapa.

ESTÁGIO 2SENSORIAMENTO E CONECTIVIDADE: Agora que você já ajustou o seu processo produtivo, é necessário sensoriar suas principais linhas de produção. Seus técnicos serão capacitados para analisar dados em tempo real, aprender com o seu chão de fábrica e tomar rápidas decisões.

ESTÁGIO 3 – VISIBILIDADE E TRANSPARÊNCIA: Como os dados do processo já estão sendo captados por sensores, é hora de torná-los visíveis em uma nuvem e integrados aos demais indicadores da empresa e de toda a sua cadeia de valor.

ESTÁGIO 4 – CAPACIDADE PREDITIVA: Agora que sua empresa já começou a aprender com o seu processo produtivo, é hora de introduzir tecnologias como big data e inteligência artificial para auxiliar em possíveis testes e prever diferentes cenários.

ESTÁGIO 5 – FLEXIBILIDADE E ADAPTABILIDADE: Nesta fase, os sistemas e tecnologias implantados possuem capacidade de identificar e resolver problemas, além de responder de forma flexível às demandas dos clientes por novos produtos e serviços.

Empresários interessados no tema também podem fazer um diagnóstico gratuito do estágio tecnológico de suas empresas na plataforma SENAI 4.0 (senai40.com.br), lançada este ano. A avaliação serve de base para elaboração de um plano individualizado de atualização tecnológica, também oferecido gratuitamente. Além disso, já está disponível, sem qualquer custo, o curso online “Desvendando a Indústria 4.0” destinado a explicar conceitos, oportunidades e riscos da quarta revolução industrial.

* Com informações do FIEB

Multimídia

Todos Fotos Vídeos

Notícias

Relacionadas

Onde

Estamos

Av. Orlando Gomes, 1845 Piatã, Salvador - BA,41650-010

Veja no Google Maps

Entre em

Contato

Fale Conosco

contato@senaicimatec.com.br +55 (71) 3534-8090
Agende uma Visita

Envie uma Mensagem

SENAI Cimatec 2016 - Todos os direitos reservados.