Notícias

Rede Nacional de Tecnologias Quânticas Computacionais abre os trabalhos na Bahia

Compartilhe:
I Fórum da Rede MCTI Softex de Tecnologias Quânticas Computacionais

Especialistas se reuniram em Salvador para discutir projetos de desenvolvimento da tecnologia disruptiva 

Nos dias 11 e 12 de abril, o SENAI CIMATEC sediou o I Fórum da Rede MCTI Softex de Tecnologias Quânticas Computacionais. O evento marcou a criação da Rede nacional e o início das atividades do grupo, formado pelo Ministério de Ciência e Tecnologia e Inovações, universidades, startups, empresas, associações, institutos de pesquisa em tecnologias quânticas e pelo SENAI CIMATEC, coordenador da iniciativa.

As empresas que participaram do evento e das primeiras iniciativas: Banco BV, Atos, Pitec, Petrobrás, Idea e Itaú. As startups que integram o grupo são: Brazil Quantum, Dobslit, Quantum Loop, KET, DualQ e QuBE. 

No primeiro dia do Fórum, o grupo realizou sessões com o objetivo de mapear o panorama das tecnologias quânticas no Brasil e no mundo, identificando potencialidades, desafios e gargalos, além de unir os atores envolvidos no ecossistema das tecnologias quânticas para o desenvolvimento de projetos e planos de ação.  

No segundo dia do evento, a Rede promoveu uma Live no canal do YouTube do SENAI CIMATEC e apresentou ao público as principais discussões e abordagens realizadas até o momento.   

Estavam presentes na Live, o Coordenador-Geral de Inovação Digital  do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Hamilton José Mendes da Silva e o Coordenador de Fomento à Inovação  do MCTI,  Ulisses Campos Martins Rosa, o Presidente da SOFTEX, Ruben Delgado; o pesquisador João Marcelo Silva Souza, que coordena o Centro de Supercomputação e Computação Quântica do SENAI CIMATEC (CIMATEC LAQCC), o pesquisador do LNCC com atuação em algoritmos quânticos, Professor Renato Portugal; o pesquisador da UNICAMP com atuação na construção de hardwares, QuBits supercondutores e sensores quânticos, Professor Francisco Paulo Marques Rouxinol; o   pesquisador da UFRN com atuação em Informação e Comunicação Quântica, Professor Rafael Chaves Souto Araújo; o membro da Associação Brazil Quantum, Matheus Henrique Santana Pimentel; o representante da Startups da Dobslit, Carlos Speglich; e o representante da empresa ATOS,  Genaro Costa.   

A Live foi mediada pelo Gerente Executivo de Computação do SENAI CIMATEC e coordenador da Rede, Adhvan Furtado. “Nossa meta é trabalhar para termos uma estrutura de tecnologias quânticas nacional, em entre cinco e dez anos. A Rede dá o start do Brasil para essa transição e disrupção tecnológica”, afirmou.  

 Avaliação dos especialistas   

Na avaliação do pesquisador Renato Portugal, a criação da Rede MCTI Softex é uma ação assertiva para o Brasil evoluir no desenvolvimento de tecnologias computacionais quânticas, que têm entre os principais desafios, a formação profissional. “Precisamos de profissionais de alto nível para o desenvolvimento de software, especializados em matemática e ciência da computação avançada e em ciência da computação. É um desafio internacional. O início dessa Rede é um passo correto nessa direção”, afirmou o pesquisador.  

Para o Coordenador-Geral de Inovação Digital, do MCTI, Hamilton José Mendes da Silva, um dos papéis do Ministério na atuação da Rede é criar oportunidades de fomento à pesquisa. “Vamos mobilizar instrumentos de pesquisa e inovação, especialmente no contexto da Leis das TIC (Lei nº 8.248/1991 e Lei nº 13.969/2019), com vistas a apoiar novos projetos de pesquisa e desenvolvimento e aprofundar e fortalecer a atuação dos grupos que já estão atuando nessa temática”.  

Na avaliação do pesquisador Matheus Pimentel, do Instituto Brasil Quantum, a Rede dá início ao movimento que faltava ser feito no Brasil para criar estratégias de como desenvolver a tecnologia quântica dentro da nação. “Com todos os players envolvidos nessa rede de colaboração, temos capacidade de criar projetos, traçar planos, diretrizes e metas mensuráveis que possam ser executadas para gerarem resultados práticos”. 

O Presidente da SOFTEX (entidade que atua no fomento da Transformação Digital Brasileira), Ruben Delgado, informou que a Organização tem um programa específico voltado para a formação de mão de obra e empreendedores para tecnologia de borda. “É um mundo de oportunidades que se abre e a gente pode fazer uma chamada específica para esta área, de tecnologias quânticas, como foi feito com a inteligência artificial. A Rede é fundamental para sensibilizar o Governo mostrando as oportunidades que existem no mercado”.  

Entenda o que são as Tecnologias Quânticas 

De forma macro, as tecnologias quânticas computacionais podem ser agrupadas em algoritmos, softwares e computação; hardware e sensores; e comunicação e criptografia quântica. A Computação Quântica é uma inovação e uma revolução das tecnologias da informação, com potencial capaz de solucionar problemas de processamento de dados muito complexos de uma forma incrivelmente rápida e ágil, e de encontrar soluções impossíveis de serem realizadas pelos computadores atuais, em velocidades exponencialmente maiores.   

Para realizar o processamento ultraveloz, de forma nunca vista antes na história, os supercomputadores quânticos utilizam os princípios da mecânica quântica. Imagine que na computação clássica, os computadores operam com o sistema binário, em que todas as operações são representadas em bit, com base em dois números: zero e um. Com os supercomputadores quânticos, no lugar de bits há os Qubits, que contém diversos estados de combinações não somente binárias que podem ser processadas simultaneamente através dos princípios da superposição.   

Por que a Bahia é uma das pioneiras  

No Brasil, a Bahia é um dos institutos que realizam pesquisas sobre essa tecnologia inovadora. Em Salvador, o SENAI CIMATEC possui o único centro de supercomputação do Brasil com um simulador quântico de 35 Qubits e está contribuindo com a liderança da Rede MCTI Softex de Tecnologias Quânticas Computacionais.  

Multimídia

Todos Fotos Vídeos

Onde

Estamos

Av. Orlando Gomes, 1845 Piatã, Salvador - BA,41650-010

Veja no Google Maps

Entre em

Contato

Fale Conosco

contato@senaicimatec.com.br +55 (71) 3534-8090
Agende uma Visita

Envie uma Mensagem

SENAI Cimatec 2016 - Todos os direitos reservados.